De Sydney a Cairns – 15 dias: Voos + passe de autocarro + 2 noites em Sydney + 3 noites em Byron Bay + 2 noites em Airlie Beach + 3 noites em cruzeiro pelas Withsundays + 1 noite em Cairns: a partir de 2.246 euros por pessoa em quarto duplo. Extensão Liveabord na Grande Barreira de Coral 3 dias/ 2 noites + 2 noites em Cairns: 545 euros.

 

De Sydney a Cairns, a Austrália estende-se à beira do Oceano pacífico, por mais de quatro mil quilómetros de areais imensos e ondas perfeitas. Passando pela Grande Barreira de Corais, pelas centenas de ilhas desertas e pelas cidades cosmopolitas, esta é a costa mais vibrante da Austrália.

Sydney: Uma Nova Iorque à beira-mar
O que se pode dizer de uma cidade que vibra de uma jovialiadade fervilhante, fruto de muito sol, calor, arranha-céus deslumbrantes, praias sensacionais, muito surf, muito espirito de aventura?
Em Sydney, toda a gente parece que bebeu o elixir da juventude eterna. Não há pobreza, não há sujidade, não há tristeza, Aqui a vida é para ser passada com um sorriso nos lábios e uma toalha de praia na mão. No fundo, uma Nova Iorque à beira-mar, com o azul do oceano Pacifico a espelhar-se nos grandes arranha-céus.

Byron Bay: A vila trendy
Localizada no ponto mais oriental da Austrália, Byron Bay é sem dúvida um dos sitios imperdiveis numa viagem pela Costa Leste australiana. Situada á beira-mar, ponto central de trinta quilómetros de praias de areia branca e ondas perfeitas para a prática do surf, esta pequena vila de casas pequeninas e florestas tropicais à beira-mar, começou por ser descoberta por surfistas, depois pelos hippies e mais recentemente pela comunidade alternativa de Sydney. Artistas, pós-modernos e “fashion victims” escolhem todos os Verões este paraíso para uns dias de descanso. Byron Bay parece-se simplesmente com uma vilazinha calma, quase sem trânsito, praias praticamente desertas, um mar de águas tépidas, batidos de frutas, muita comida vegetariana, muito surf, muito body board e muitas palmeiras.

Withsundays: As ilhas que vieram do céu
Não é preciso chegar às Withsundays para se perceber que a Austrália é realmente um país abençoado, mas é chegando aqui que nos apercebemos que já deixámos a terra e chegámos ao céu. Ou será que são realmente terrenas estas 370 ilhas, a grande maioria desertas, onde a areia é tão fina que parece que estamos a pisar pétalas de rosas e o mar é de um azul táo limpido que parece que estamos a voar?

A Grande Barreira de Corais: uma das maiores maravilhas do mundo
É impossivel não cair em lugares comuns quando se fala da Grande Barreira de Corais, afinal trata-se simplesmente do maior complexo de recifes do mundo, com uma área de cerca de 350 mil km2, onde se encontram mais de 2 mil ilhas, quase 3 mil recifes distintos e cerca de 2 mil espécies diferentes de peixes.
Sobre esta maravilha da natureza, classificada como Património Mundial, já se escreveu que é um mundo à parte, que é uma das mais perfeitas obras de Deus, que é um dos locais imperdíveis do planeta. E tudo isto ao alcance de uma dezena de mergulhos ao largo da costa, a bordo de um dos muitos barcos com programas de “liveaboard” – três a cinco dias no mar com direito a alojamento numa cabine, refeições e equipamento de mergulho- que partem diáriamente de Cairns. Para quem não é mergulhador credenciado, há sempre a possibilidade de fazer um dos múltiplos cursos de mergulho disponiveis, com dois dias de aulas teóricas e três dias no mar.

Informação

Saber mais