Percurso I - Istambul + Izmir + Efesos + Bodrum Voos + 4 noites Istambul + aluguer de carro + 1 noite Izmir + 3 noites Bodrum: a partir de 1100 euros por pessoa em quarto duplo. Percurso II – Istambul + Bodrum Coos + 4 noites Istambul + 4 noites Bodrum: a partir de 950 euros por pessoa em quarto duplo.

Istambul
Numa cidade meio asiática, meio europeia, com 18 milhões de habitantes, não faltam ruas fervilhantes cheias de mercados, bancas, bazares, lojinhas e tendas. Terraços debruçados sobre o Bósforo para ver o final da tarde ao sabor de uma bebida fresca. palácios de sonho, restaurantes de topo e uma noite vibrante. Antiga capital do império otomano, é a mistura perfeita entre o Ocidente e o Oriente, o passado e o presente, as tradições e a modernidade.

Izmir
É a terceira maior cidade da Turquia e uma das cidades mais antigas da bacia de Mediterrâneo. É muitas vezes chamada “a pérola do Egeu” e é considerada a cidade mais ocidentalizada da Turquia quanto a valores, ideologia e estilo de vida.

Efésos
Tem mais de 3 mil anos e já foi em tempos o maior porto do mar Egeu. Chama-se Éfeso, foi fundada no século IV a.C. por Lisímaco, sucessor de Alexandre Magno e é hoje em dia uma das maiores cidades arruinadas do mundo ocidental. Há quem diga que foi aqui que Maria, mãe de Jesus, viveu os últimos anos da sua vida, acompanhada por São João Evangelista. Conservada ao longo dos séculos, Éfeso é ideal para um dia de história, Ao todo são cerca de 3 quilómetros de ruas, anfiteatros, palácios, banhos, estátuas, moradias, templos e até um bordel. Em Éfeso é possível ver ainda as ruínas daquele que foi em tempos um dos maiores teatros do mundo, com capacidade para cerca de 25 mil espectadores.

Bodrum
À beira do Mar Egeu, no Sul da Turquia, Bodrum tem-se tornado nos últimos anos um dos destinos mais “in” para uns dias de Verão. Bons restaurantes, hotéis design, uma noite muito “fashion”. Tal Ibiza ou Cote D’ Azur.
Entre casinhas brancas em ruas ingremes viradas para o mar, começaram a surgir pequenos boutique hoteis, restaurantes “gourmet”, bares a céu aberto, à beira de água, decorados por Philippe Starck. A dar ares de Miami, com uma “movida” a lembrar Ibiza e o charme do litoral francês, percebe-se porque é que lhe chamam já a nova Saint Tropez.