Com lagos, vulcões e cidades coloniais, a Guatemala é um dos países mais fascinantes da América Central.

 

Percurso I: 2 dias Antigua + 2 dias lago Atitlan + 2 dias Tikal: alojamento + voos internacionais e internos a partir de 1270 euros por pessoa.

Percurso II –  Guatemala + Belize: 2 dias Antigua + 2 dias lago Atitlan + 2 dias Tikal + 3 dias Belize: alojamento + voos internacionais e internos a partir de 1490 euros por pessoa

Berço da civilização Maia, país de uma beleza natural indescritível, a Guatemala, apelidada de “país arco-íris”, é um dos sítios mais fascinantes da América Central. Lagos, vulcões, cidades com uma arquitetura colonial única, tesouros arqueológicos, mercados de cores garridas e um povo indígena de uma simpatia sem igual. O destino ideal para uma viagem ao passado, onde o futuro ainda tarda em chegar.

 

 

Antigua

Fundada no século XVI, a antiga capital da Guatemala é uma das cidades coloniais mais bem preservadas no mundo inteiro, com as fachadas todas pintadas de cores quentes, ocres, castanhos e alaranjados. Em cada esquina sucedem-se cafés cheios de charme, restaurantes pitorescos, igrejas e antigos mosteiros. À volta da cidade, os três vulcões criam uma paisagem única.

 

Lago Atitlan

O escritor e viajante John L. Stephens escreveu um dia que o Lago Atitlán foi o espectáculo mais magnífico que viu, e percebe-se porquê. Rodeado pelos seus três vulcões, com as encostas muito verdes, as águas de um azul-cobalto e as pequenas vilas à beira de água, é de uma beleza indescritível. Vale muito a pena ficar por aqui uns dias a passear de barco pelo lago, deambulando pelas várias vilas que o rodeiam.

 

 

Tikal

Foi em tempos uma das maiores cidades da civilização Maia. Entre o século IV a.C. e o século X d.C estima-se que tenham vivido em Tikal mais de 100 mil pessoas. Hoje os templos que restam despontam no meio de uma selva luxuriante, entre folhagem cerrada, numa área de 54o quilómetros quadrados. Um ambiente