Ilhas lindas, de roças e praias sem fim. Com cheiro a café e sabor a cacau, mar de peixe maravilhoso e florestas densas de verdes únicos. São Tomé e Príncipe de criançada a correr, de gargalhada fácil, de povo simples de sorriso inteiro. Ilhas de banana e fruta-pão, de coqueirais e de história nossa, o cenário perfeito para uns dias entre mergulhos e passeios. Aqui fica o roteiro do que não pode mesmo perder nas duas ilhas.

Percurso I  – 2 dias São Tomé + 2 dias Praia Inhame + 2 dias Norte + 3 dias Principe. Voos + hoteis a partir de 1120 euros por pessoa

 

São Tomé

Uma praia

A Praia Inhame, no Sul de São Tomé, mesmo em frente ao lhéu das Rolas, é uma das praias bonitas da ilha. Tem um lodge, um restaurante com bom peixe e um projeto de preservação das tartarugas marinhas. Nesta praia pode também alugar um barco para ir até às Rolas, a travessia demora cerca de 15 minutos.

 

 

Um restaurante

 Na Roça São João dos Angolares tem oportunidade de provar as melhores iguarias de São Tomé e Príncipe recriadas pelas mãos do chefe João Carlos Silva. Cada almoço de degustação conta com meia dúzia de entradas, um prato e uma sobremesa e custa 25 euros por pessoa. O repasto é único e a vista da roça também

 

 

 

Uma roça

 

Há muitas roças em São Tomé, mas a Roça da Boa Entrada é das que têm melhor energia. Talvez por ainda conservar lá dentro uma escola e não faltarem crianças a correr ao encontro de quem chega. Resista à tentação de distribuir doces. Se quiser dar alguma coisa, dê roupa ou material escolar a uma instituição local que depois fará a distribuição dos bens da melhor forma.

 

 

Ilha do Príncipe

 Uma praia

A Praia Banana é considerada a mais bonita da ilha e é fácil perceber porquê. Cá em cima, do alto da Roça Belo Monte, a vista sobre o mar turquesa e a vegetação é soberba. Lá em baixo, o areal branco e as águas transparentes confirmam o cenário.

 

Uma roça

A Roça do Terreiro Velho é a única da ilha onde existe produção de cacau. É daqui que vêm os fantásticos chocolates Claudio Corallo e que se tem — não nos cansamos de escrevê-lo — a vista mais bonita da ilha.